Museu Republicano realiza quarto encontro virtual da série “Mulheres, acervos e Museus em Itu”, segunda-feira, dia 22

O próximo encontro virtual da série “Mulheres, acervos e Museus em Itu/SP”, realizada pelo Museu Republicano “Convenção de Itu”, na próxima segunda-feira, dia 22, a partir das 18h.

E dessa vez serão dois temas: “O espartilho e a história das mulheres no Brasil: um caso de opressão”, com a Ms. Priscila Nina Fernandes, e “A indumentária masculina no guarda-roupa feminino, Brasil (1851-1911)”, com o Ms. Guilherme Domingues Gonçales.

Aos interessados, mais vagas foram abertas e as inscrições podem ser feitas até o dia 20 de março pelo site: https://forms.gle/JEFwhwrGte54sZiJ8.

Com o apoio do Museu da Energia e do Museu da Música, os encontros da série são realizados por meio da plataforma Google Meets. O primeiro encontro aconteceu no dia 8 de março e até o fim do mês mais dois estão programados. Confira a seguir as datas, horário e os temas que serão abordados:

– 25 de março, das 18h às 19h – “Justiça e Mulheres em Itu no século XIX: acervos do Museu Republicano Convenção de Itu/MP/USP”, com a Ms. Aline Antunes Zanatta.

– 29 de março, das 18h às 19h – “Gênero e Profissão Farmacêutica em São Paulo: a trajetória de duas farmacêuticas ituanas (1895 -1917)”, com a Ms. Isabella Bonaventura de Oliveira.

Tour Virtual – Enquanto estiver fechado devido à pandemia, o público pode visitar o Museu Republicano e conferir suas exposições de forma online. Lançado em novembro, o tour pode ser realizado por meio do link https://vila360.com.br/tour/mrciusp.html. A plataforma oferece recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência visual ou auditiva, recursos de audiodescrição e também descrição do conteúdo em espanhol e inglês.

História do Museu Republicano – O Museu Republicano “Convenção de Itu” foi inaugurado pelo Presidente do Estado de São Paulo, Washington Luis Pereira de Sousa, a 18 de abril de 1923 e desde então subordinou-se administrativamente ao Museu Paulista que, em 1934, tornou-se Instituto complementar da recém-criada Universidade de São Paulo e a ela se integrou em 1963.

É uma instituição científica, cultural e educacional, especializada no campo da História e da Cultura Material da sociedade brasileira, com ênfase no período entre a segunda metade do século XIX e a primeira metade do século XX, tendo como núcleo central de estudos o período de configuração do regime republicano no Brasil.

Encontra-se instalado em sobrado histórico em Itu, erguido nas décadas iniciais do século XIX, e que se tornou residência da família Almeida Prado. Foi nesse local que se realizou, em 18 de abril de 1873, uma reunião de políticos e proprietários de fazendas de café para discutir as circunstâncias do país e que, posteriormente, se transformou na famosa Convenção Republicana de Itu, marco originário da campanha republicana e da fundação do Partido Republicano Paulista. 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta