Bruno Bulldog volta ao octógono no Aspera FC 44 em São Pedro

Bruno Bulldog está de volta ao octógono. O lutador piracicabano encara Adalto Prado, da equipe Inside/Superação Fight, no próximo sábado, 10, em luta dos pesos-galo (até 61kg) válida pelo Aspera FC 44, o maior evento de MMA da América Latina, que acontece no Ginásio Borbodão, em São Pedro, a partir das 17 horas. Este será o décimo segundo combate da carreira de Bulldog, que venceu nove vezes e foi superado em duas oportunidades.

Durante o período sem lutar oficialmente, Bulldog evoluiu seu jogo na academia Fight Ready, nos Estados Unidos, fazendo parte direta da preparação (o chamado camp) dos lutadores do UFC Henry Cejudo e Frankie Saenz. Na equipe norte-americana, o atleta conheceu também o ex-campeão do Bellator Patrício Pitbull, que enfrentaria Ben Henderson na edição 160 do torneio. De volta ao Brasil, recebeu o convite para integrar a Pitbull Brothers e ajudar nos trabalhos de Patrício.

“Minha expectativa é a melhor possível, pois venho de camps extremamente fortes com lutadores do mais alto nível. Estou muito feliz em voltar a lutar. Meu wrestling nos Estados Unidos, com o Cejudo e o Saenz, e meu próprio MMA, com o Pitbull, cresceu bastante. Isso faz total diferença”, analisou Bulldog, que integrou a quarta edição do TUF (The Ultimate Fighter) Brasil.

Além disso, o atleta ressalta que as atividades intensivas em Natal-RN podem ser o diferencial para a obtenção do resultado positivo diante de Prado. “Os treinos na Pitbull Brothers, com certeza, têm sido uns dos melhores que já realizei, porque o time é muito unido e conta com diversos lutadores da minha categoria. O Patrício, o Patrick e o Leandro Higo, que participou comigo do TUF e é o atual campeão do RFA (Resurrection Fighting Aliance), têm me ajudado demais e possibilitado enxergar novas possibilidades”, analisou.

De volta a Piracicaba na semana que antecede o Aspera FC 44, Bulldog, que aproveitou para afiar ainda mais seu jiu jitsu com Felipe Vidal, prefere não fazer grandes previsões. “Primeiro é focar nessa luta, vencer bem esse duelo e depois pensar nos próximos passos. Minha intenção sempre foi cavar meu espaço nos eventos do exterior e vou batalhar exaustivamente nessa busca. Mas isso é para depois, no momento, meu pensamento está somente no meu próximo adversário”, contou.

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta